Sobre o PPrQG

O que é

O Prêmio Paranaense da Qualidade em Gestão – PPrQG, promovido pelo Instituto Brasileiro da Qualidade e Produtividade – IBQP, por meio do Movimento Paraná Competitivo – MPC, programa estadual vinculado à Rede QPC – Qualidade, Produtividade e Competitividade, é um reconhecimento às organizações de todos os portes, sejam elas públicas ou privadas, que se destacam na adoção de práticas de gestão alinhadas aos Fundamentos da Excelência da Fundação Nacional da Qualidade – FNQ, e por resultados que atendam às partes interessadas.

 

 

SISTEMA DE RECONHECIMENTO:

 

Podem concorrer ao prêmio quaisquer organizações públicas, privadas e do terceiro setor, que possuam regularidade fiscal e estatutária, desde que possuam sede no Paraná. A avaliação pode se dar em três níveis:

BENEFÍCIOS DA CANDIDATURA:

Benefícios com a Avaliação

  • Proporcionar uma visão sistêmica do seu modelo de gestão;
  • Permitir a autoavaliação e consequente elaboração de um Plano de Melhorias da Gestão – PMG, a partir da detecção das Oportunidades de Melhoria ou lacunas;
  • Estimular a cooperação interna para a identificação dos processos gerenciais;
  • Submeter o sistema de gestão a uma avaliação externa e independente, que utiliza critérios reconhecidos internacionalmente;
  • Receber o Relatório de Avaliação – RA, que contém pontos fortes e oportunidades de melhoria, contribuindo para a melhoria contínua do desempenho da organização, refletindo no desenvolvimento regional e do setor saúde.

 

 

Benefícios com o Reconhecimento

  • Possibilidade de obter reconhecimento público e notório pelo nível de maturidade na aderência ao Modelo de Excelência da Gestão® (MEG);
  • Utilizar sua condição de reconhecida para efeito da publicidade;
  • Participar de eventos para divulgar suas práticas bem sucedidas de gestão;
  • Preparar-se para novos níveis de maturidade na escalada da excelência.

 

PROCESSO DE AVALIAÇÃO:

 

O Processo de Avaliação e Reconhecimento do Prêmio Paranaense da Qualidade em Gestão – PPrQG compõe-se de duas etapas.

 

Etapa 1:

A Banca Avaliadora analisa o Relatório de Gestão – RG enviados pelas Candidatas, realizam um consenso preliminar sobre Pontuação, e em seguida há um julgamento pelo Comitê Técnico com base na Faixa de Pontuação para deliberar as Candidatas que passarão para a etapa 2.

 

Etapa 2:

É feita uma visita às instalações para confirmar as informações, esclarecer dúvidas surgidas na análise e obter a Faixa de Pontuação Final. Em seguida os Juízes selecionam as Candidatas que serão reconhecidas nas categorias e níveis do Prêmio.

Todas as organizações avaliadas, independente da participação na etapa 1 ou 2, rece- bem seu Relatório de Avaliação (RA).

 

Análise Crítica Individual e Consenso

O Relatório de Gestão – RG é analisado individualmente por um grupo de até 05 profissionais constituído por 1 (um) Avaliador Sênior e 04 Avaliadores, a depender do nível da candidatura (Nível I, II ou III) e seu porte, respeitando o limite de no mínimo 02 Avaliadores.

Os Avaliadores são designados para cada Candidata considerando as regras de conflitos de interesse do Código de Ética (Anexo C).

Cada Avaliador analisa, individualmente, o Relatório de Gestão – RG e elabora os comentários de Pontos Fortes e Oportunidades para Melhoria e a Pontuação.

As análises individuais são integradas para compor a análise de consenso dos comentários de Pontos Fortes e Oportunidades para Melhoria e Pontuação.

 

Visita às instalações

O Comitê Técnico, com base na pontuação das Candidatas, sem conhecer a identidade das mesmas e por categoria de reconhecimento, definem aquelas que passarão para a Etapa 2.

A Candidata ao tomar conhecimento dos nomes dos Avaliadores, poderá solicitar a substituição de algum deles, desde que existam justificativas plausíveis e aceitas pelos realizadores

O objetivo da visita é confirmar as informações incluídas no Relatório de Gestão – RG e esclarecer dúvidas surgidas quando da análise. Além disso, a visita permite uma visão global (“in loco”) da gestão da Candidata.

A data da visita é definida de comum acordo com a Candidata e Banca de Avaliadores, levando em consideração a preferência da semana indicada na Ficha de Inscrição, mas não se restringindo a ela.

Somente são visitadas as instalações da Candidata, não podendo haver visitas às instalações dos clientes e fornecedores. Igualmente somente podem participar das entrevistas as pessoas da força de trabalho, não sendo permitida a presença de consultor (a) durante a avaliação. Dependendo da necessidade, no caso de Unidade Autônoma, poderá ser visitada a Organização Controladora (corporação).

Após a visita às instalações, os Avaliadores elaboram o Relatório de Avaliação, contendo as conclusões da visita e as pontuações de consenso.

 

Decisão sobre o Reconhecimento

A Banca de Juízes delibera sobre o reconhecimento considerando as análises estatísticas do desempenho das Candidatas (pontuação total e por Item/Critério) e pela linha de corte a ser adotada em função do desempenho de todas as Candidatas por Nível (I, II e III).

A decisão sobre possíveis reconhecidas, além da avaliação do sistema de gestão, envolve uma apreciação sobre a reputação das mesmas, a fim de assegurar que a integridade do reconhecimento seja preservada. As verificações para tal podem incluir o Ministério da Fazenda, Secretaria da Receita Federal, Ministério da Justiça e Órgãos do Poder Judiciário na jurisdição da Candidata (inclusive atendimento aos regulamentos referentes à proteção ambiental, saúde ocupacional e segurança pública), Polícia Federal, Ministério do Trabalho e suas Delegacias Regionais e Órgãos de Defesa do Consumidor.

A decisão da Banca de Juízes é soberana e irrecorrível.

 

Anúncio das Organizações Reconhecidas

Após decisão dos Juízes, os nomes das reconhecidas são divulgados pelo IBQP/MPC por meio de email e no site.

 

Cerimônia de Reconhecimento

A cerimônia de reconhecimento ocorre em ato solene, sob responsabilidade do IBQP/MPC.

 

Relatório de Avaliação

Todas as candidatas recebem um Relatório de Avaliação contendo Conclusão Geral, Pontos Fortes e Oportunidades para Melhoria para cada Critério de Avaliação, assim como a sua pontuação global e detalhada por Critério de Avaliação.

Rua Dr. Correa Coelho, 741 - Jd. Botânico - Curitiba - PR    41 3264-2246 . 41 3264-2270     Copyright © IBQP - Instituto Brasileiro da Qualidade e Produtividade

ico-webmail